Dando continuidade ao post anterior contando sobre minhas férias, esse trás um diferencial do primeiro: todas as fotos aqui foram tiradas com o iPhone. Na minha última semana de viagem, tive que mandar minha única lente pra manutenção e acabei sem nadica de nada pra fotografar. Acredito que quanto menos meios tu tens de exercitar tua criatividade, mais criativo tu ficas. Foi só não ter uma câmera ao meu dispor 24hrs/dia que de repente meu olhar ficou apurado e me deu aquela leve raiva e sensação de impotência.











Okay, okay... Eu confesso... Não foi  porque eu fiquei sem a lente que eu saia por aí fotografando com o celular. Peguei esse hábito desde que baixei um tal de instagram há um tempinho atrás... :P





Queria deixar registrado que essa foi a primeira praia que eu vi na vida. Em 2007, assim que cheguei de viagem, despachei as malas e fui correndo pra esquina perto de casa ver o mar pela primeira vez. Lembro-me até hoje do cheiro do mar, dos meus pés afundando na areia, da água vindo e vindo e formigando meus dedos...













A Praia da Baleia é umas das praias mais lindas que eu já vi na vida...
Não importa se eu só estive três praias em toda a minha vida. Essa tem um lugar especial no meu coração.
Essa última foto foi tirada ao nascer do sol. Na casa da minha mãe temos essa visão privilegiada do mar lá na frente e podemos ainda ver todas as manhãs o sol surgindo por trás dele. Nesse dia, no entanto, não teve nada de mágico sobre o nascer do sol. Eu diria que foi, no máximo, um alívio.
Calma que eu te explico.
Meu irmão gênio resolveu beber umas cervejas a mais e ficou hooooras (ok, minutos) no banho com o ventilador de teto ligado, TV, celulares carregando... enfim. Pesou muito a rede e a energia da casa caiu. Mas isso era de madrugada, não tinha luz pra gente descer e resolver o problema. Fora que o senhor que sabe resolver isso estava viajando, então éramos eu e minha mãe e um irmão de ressaca tentando ligar a energia novamente. Só que na escuridão não tinha como, né? 

Sem ventilador, tivemos que deixar a porta aberta pra ventilar... Acontece que com o vento, também vinham os malditos mosquitos nos morder. Fiquei sem conseguir dormir até o raiar do dia, que foi quando acordei todo mundo para irmos ajustar o negocio que ligava a luz. :-P

Fato não tão interessante: Nessa viagem de 16 dias, eu li oito!!! livros! Sim, um livro a cada dois dias. E olha que eu tive bastante coisa pra fazer, viu...




















... e terminando com a famosa praia da Praça do Papa, em Vitória.
Me diverti bastante nessas férias e mal posso esperar pra voltar lá e ter mais e mais aventuras me esperando.

:)

* Todas as fotos foram tiradas e editadas com o iPhone

Comment