Conheço a Bia há quase uma década.

Somos amigas desde quando a única coisa em comum que tínhamos era a sala de aula que compartilhávamos. E então as dores e os amores do mundo virtual, as tardes matando aula pra rir da vida e comer Micão e beber coca-cola em alguma praça qualquer.

A beleza da Bia é dessas belezas francas: não precisa de muito pra exaltá-la. É uma beleza que vem de dentro e transborda, fazendo com que o físico seja só um complemento daquilo que tá lá dentro.

Nem precisei de muito esforço pra dirigir a Bia nesse ensaio. Ela praticamente se dirigiu sozinha, com uma confiança sobre desafios lançados que eu nunca vi ninguém ter antes.

Também nunca tinha me sentido tão confortável fotografando alguém antes como fiquei hoje fotografando a Bia. Cada segundo e cada foto tem uma história, um sentimento e um segredo por trás. Algumas amizades simplesmente preenchem qualquer coisinha e a nossa é uma dessas, não precisamos de muito pra sermos felizes.

Bia, obrigada pela confiança e pela amizade de todos esses anos. Esse foi só o primeiro dos muitos ensaios que estão por vir! :)

Comment