A minha segunda semana de Espirito Santo foi bem mais alegre que a primeira.

O sol resolveu que era hora de aparecer e assim nossos passeios foram muito mais agitados. Nessa semana eu saí bastante.

Finalmente visitei a fábrica da Garoto (e comprei umas lembrancinhas para os familiares), visitei o Convento da Penha, fiz um passeio por Vila Velha para comprar algumas coisas com a minha mãe e dei uma voltinha num shopping de lá.

Pude finalmente encontrar a Julia (que nem nas férias passadas, ela também foi pro ES na mesma época que eu e nos encontramos por lá), mas infelizmente não pude ir à praia com ela (ainda).

Está mais do que programado que para as próximas férias iremos sim à praia juntas, agora é mais que um dever.

Como em janeiro de 2015, resolvi assistir o nascer do sol pela Praia da Baleia. Essa praia é imprópria pra banho, mas é a minha praia preferida de Ponta da Fruta.

Ela é simplesmente linda e o mar de lá é de um azul esverdeado incrível.

Minha maior conquista dessas férias foi ter visitado o lindíssimo Convento da Penha com a minha mãe, a Julia e o amigo dela, Gabriel. 

Também pude visitar a Lagoa Grande, em Ponta da Fruta mesmo, que eu não ia desde 2007! Em janeiro do ano passado, eu e meu irmão decidimos fazer uma visitinha mas demos viagem perdida porque a lagoa não estava em boas condições pra banho.

Esse ano fui com a minha mãe e nossos amigos queridos. Celebrei meu último dia lá nadando em água doce, depois de muito sal na pele. A coisa mais estranha dessa lagoa é que a água é meio morna em algumas partes e super gelada em outras. Ela também é bem funda, então temos que tomar bastante cuidado na hora de nadar...

Esse é o segundo e último post sobre essa viagem!

Fiquei muito satisfeita com os registros que fiz e com a viagem toda em si. Não queria voltar pra Brasília de jeito nenhum!

*** Veja a primeira parte da viagem aqui ***

Fiz uma micro playlist com algumas das músicas que mais ouvi durante a viagem.

E abaixo o vídeo desse ano!

Mal posso esperar pela próxima aventura. :-)


1 Comment